[EU ACHO QUE TE ESQUECI MAIS DO QUE EU PRETENDIA]

Fellipe Tavares
2 min readMar 20, 2023

Não consigo lembrar do dia da sua partida. De lá até hoje, alguns tropeços se estabeleceram aqui, eu cruzei meus dedos e rezei pra te esquecer. Esgotei o tempo do rosário que fica na cabeceira da cama, implorei pra que todas as entidades possíveis te expurgassem de mim. Agora, meses depois, eu não consigo lembrar de você. Isso me desesperou. Eu queria te esquecer, mas não queria te perder. Eu sinto saudade de você, mas não consigo lembrar do que sinto saudade. Eu me esforço para lembrar como era o beijo, como era estar perto, tento lembrar do que falávamos, de como nossas mãos se uniam pra andar por aí. Desapareceu. E o pior disso é parecer que desapareci também. Tudo que esqueci sobre você também são vidas minhas, vidas que me trouxeram até aqui. Eu não queria esquecer de nada. Ainda sinto o amor, é esse amor que enterra a saudade dentro de mim, mas não consigo encontrar as raízes. Não tenho a vontade de te encontrar pra recuperar as lembranças, isso só me faria criar uma nova dor que eu não preciso mais ter. Eu quero lembrar do caminho que sua língua fazia para encontrar a minha. Eu quero lembrar de como você me olhava para transmitir confiança. Eu quero lembrar da roupa que você vestia na última vez que foi me buscar. Eu quero lembrar da luz dos seus olhos quando andávamos a noite pelo centro da cidade. Eu quero lembrar de você, de como era ser seu. Eu queria lembrar pra lembrar das possibilidades do amor, pra lembrar que me entreguei. Não é sobre você, é sobre mim. Sobre a involuntária mania que tenho de achar que comigo só coisas ruins acontecem. Não consigo lembrar, mas eu queria. Eu estou te perdendo de novo, meu mais novo esquecido amor. Não quero e nem posso reviver o que fomos, mas eu não queria esquecer dos dias felizes.

--

--